Not support Recaptcha
Pular navegação
Notícia

Dia dos Namorados: receita de shimeji na manteiga é ideal para uma noite romântica e aconchegante

junho/2021

Junho de 2021 – Buquê de flores, caixa de chocolates ou perfumes. Esses são alguns dos presentes tradicionais de Dia dos Namorados. Mas que tal surpreender a pessoa amada e compartilhar uma experiência gastronômica em casa?

Para os entusiastas da culinária, investir em uma refeição especial para saborear em casa pode ser uma ótima alternativa. Para auxiliar nessa missão, a nutricionista do Comitê Umami, Graciela Vargas, separou uma receita simples e muito saborosa: shimeji na manteiga.

“Esse prato é daqueles que você fica salivando só de ler o preparo. O cogumelo confere o gosto umami, que consegue harmonizar os sabores da preparação, proporcionando uma experiência sensorial mais agradável”, explica Graciela. A receita pode ser o prato principal ou um acompanhamento.

A especialista dá dicas para tornar o jantar ainda mais romântico. “Cozinhar também é uma maneira de demonstrar amor. Aproveite a data e invista nos detalhes da mesa, por exemplo, combine a tolha com os souplasts, coloque uma iluminação com velas e, claro, aposte naquela seleção de músicas preferidas do casal”, finaliza.

Confira a receita:

SHIMEJI NA MANTEIGA

Ingredientes

2 colheres (sopa) de manteiga sem sal
250 g de shimeji branco, separado
250 g de shimeji preto, separado
2 colheres (sopa) de saquê culinário (mirin)
2 colheres (sopa) de molho shoyu
3 colheres (sopa) de cebolinha-verde picada

Modo de Preparo

1) Em uma panela média, coloque a manteiga e leve ao fogo alto para derreter. Junte o shimeji e refogue por 10 minutos, mexendo de vez em quando, ou até o cogumelo ficar macio e o líquido formado secar. Acrescente o saquê e o molho shoyu, e misture. Cozinhe por mais 2 minutos, ou até evaporar quase todo o líquido.
2) Retire do fogo, polvilhe com a cebolinha-verde e sirva em seguida.

Tempo de preparo: 15 minutos
Rendimento: 5 porções

UMAMI
É o quinto gosto básico do paladar humano, descoberto em 1908 pelo cientista japonês Kikunae Ikeda. Foi reconhecido cientificamente no ano 2000, quando pesquisadores da Universidade de Miami constataram a existência de receptores específicos para este gosto nas papilas gustativas. O aminoácido ácido glutâmico e os nucleotídeos inosinato e guanilato são as principais substâncias umami. As duas principais características do umami são o aumento da salivação e a continuidade do gosto por alguns minutos após a ingestão do alimento. Para saber mais, acesse www.portalumami.com.br e acompanhe também pelas redes sociais facebook.com/gostoumami e instagram.com/ogostoumami. 

INFORMAÇÕES PARA IMPRENSA
Race Comunicação
(11) 2548-0720 / 2894-5607
Evelyn Spada e Wilson Barros
umamiteam@agenciarace.com.br

Compartilhar


Informações sobre umami para a imprensa: